Olhos de Fogo, Helena Gomes e Kathia Brienza.

quinta-feira, janeiro 14, 2016

Título: Olhos de Fogo.
Autoras: Helenas Gomes e Kathia Brienza.
Ano: 2010.
Editora: Escrita Fina
Páginas: 176.
Onde Comprar:    Saraiva   
Escrita por Helena Gomes e Kathia Brienza, esta trama de suspense resgata uma batalha infelizmente esquecida pela História oficial, a Batalha das Heroínas de Tejucupapo. Na aventura, passada no século 17, em plena invasão holandesa em Pernambuco, uma jovem mestiça é encontrada morta às margens de um rio, no vilarejo de Tejucupapo. Os olhos da vítima foram queimados. Com medo, o povo acredita que ela foi vítima de Anhangá, um espírito errante com olhos de fogo. Mas Jussara, uma índia potiguar de 14 anos, tem uma teoria diferente. Para ela, os sinais de estrangulamento da vítima mostram que não há nada de sobrenatural naquela morte. A jovem, então, passa a desconfiar de Pim Kiurlings, um adolescente holandês que tem sonhos estranhos, com olhos de fogo. Um deles lhe diz que ele é o assassino... Mas as mortes não param aí e um perigo muito maior se aproxima. Os holandeses, acuados no Forte Orange, na Ilha de Itamaracá, preparam um ataque-surpresa ao vilarejo. Planejam chegar em um domingo, quando a maioria dos homens está numa feira distante. Restará apenas um povoado indefeso, cheio de mulheres e crianças. E um assassino capaz de tudo para não ser desmascarado. Confira o book trailer

Olhos de Fogo é o segundo livro que leio escrito pela Helena Gomes, adoro o jeito que ela escreve, e em como faz um livro muito bem preparado, rico em detalhes, com pesquisas sobre os lugares em que se passam a história, confiram a resenha do outro livro escrito por ela, "Assassinato na Biblioteca". Olhos de Fogo foi escrito juntamente com a Kathia Brienza, que ajudou a tornar o livro ainda mais cativante.

Pim é um jovem muito dedicado, esperto, que mora com o seu pai Frans e o ajuda em suas pesquisas quando precisa, ele também mora com a escrava Isabel, que é como uma mãe para ele, a ama e respeita tanto quanto o seu pai.

Logo de cara, percebemos que o livro trata-se de uma história de época, mas com muito romance, suspense e mistério. Baseado em fatos reais, não muito conhecidos, sobre a Batalha das Heroínas de Tejucupapo, um evento de extrema importância para a história de Pernambuco. Mas o livro vai muito além disto, além das invasões em Tejucupapo, temos também um misterioso assassino pelas redondezas.

Pim, toda vez que adormece, sonha com a próxima vitima do assassino, dentro dos seus sonhos (ou serão pesadelos?!), Pim está no corpo da vitima, e sofre juntamente com ela, sabe o local, e como será a morte, mas não consegue enxergar o rosto do assassino, sendo assim, ao acordar, Pim tenta fazer tudo o que pode para impedir o assassinato, e também para descobrir quem é o assassino. Em sua busca, conhecemos Jussara, uma Índia bem ignorante e independente, que perdeu os país logo cedo, em um ataque em sua vila, e por isso, odeia as origens de Pim, acreditando que todos os Holandeses são ruins, capazes de fazer mal para qualquer pessoa, tornando ainda mais dificil a aproximação de Pim com Jussara, já que ela é a única que pode dar pistas concretas sobre os assassinatos.

Quando comecei a ler o livro, por ver que se tratavam de fatos históricos, confesso que achei que não iria gostar muito, mas assim que terminou o livro, eu me surpreendi, pois o considero já um dos melhores livros lidos em 2016, e recomendo muito para todos a leitura!

 Este livro faz parte do desafio literário para 2016, com os títulos "Que contenha uma cor no título" e "Um livro brasileiro", confira os outros títulos aqui

You Might Also Like

8 comentários

  1. Oi Lidiane, esta livro é ótimo mesmo, aliás sou fã da autora. Fico feliz que tenha gostado.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, gostei bastante mesmo, sou fã da autora também!

      Beijos.

      Excluir
  2. Quando vc falou desse fato histórico que se passou aqui no estado de Pernambuco fiquei curiosa. Já estudei sobre esse ocorrido tempos atrás e deve ser interessante tê-lo como pano de fundo dessa história que me pareceu um suspense (devido à busca pelo assassino). Enfim parabéns pela leitura e valeu pela dica. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é muito interessante, Aline. Não deixe de ler, ainda mais que você já estudou sobre, deve ser interessante ter o fato historico em uma ficção!

      Beijos!

      Excluir
  3. Lidi, que livro legal! Eu provavelmente ficaria um pouco entediada se se tratasse apenas do lado histórico porque nunca ouvi falar de "Batalha das Heroínas de Tejucupapo". Mas colocar o lado suspense e meio policial deve ter ficado interessante.

    Obrigada pela dica! \o/
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jeh, eu também ficaria um pouco entediada. Mas a história é muito interessante pois não se trata apenas do fato historico, ele é apenas um "pano de fundo".

      beijos jeh!

      Excluir
  4. Sua resenha me surpreendeu.
    O fato de ter história no enredo e um pouco de suspense me agrada demais. Isso, sem dúvidas, me fará ler a obra.
    Ótima resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de fevereiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha se interessado pelo livro, não deixe de ler, é muito bom!

      Obrigada.
      Beijos!

      Excluir

Receba atualizações por E-mail:


TAG'S