Resenha - Lola e o Garoto da casa ao lado

sábado, janeiro 12, 2013

Título Original: Lola and the boy Next Door
Autor: Stephanie Perkins
Número de páginas: 288
Classificação:
Onde comprar: Encontre o melhor preço
A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda... ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.
E mais uma vez, a Stephanie Perkins não decepciona. Desde que li "Anna e o Beijo Francês", fiquei aguardando ansiosamente pela leitura de "Lola e o Garoto da casa ao lado", pois estava com muitas expectativcas para o próximo livro. Este livro é tipo uma "continuação" de "Anna..." pois mostra o que acontece com os personagens principais, ou seja, o que acontece na vida de Anna e St. Clair depois que a história deles tem um "fim" em "Anna e o Beijo Francês". Mas dessa vez os personagens principais são a Lola, uma garota talentosa, que pretende ser estilista, descolada, que usa perucas e roupas coloridas, e nunca repete um sequer look. E tem também o Crickit, alto, bonito, atraente, que só veste listras e pulseiras com borrachas coloridas.

O livro vai muito além dos desejos de Lola, como o de ir vestida de Maria Antonieta para o baile de inverno da escola. Lola também deseja que seus pais aprovem o seu namoro com o Max, um rockeiro bem conhecido e bem ignorante, nem seus pais e nem seus amigos gostam do Max, mas só Lola que não enxerga o quão maldoso ele pode ser, ela o ama... Pelo menos ama até o garoto da casa ao lado chegar, o Crickit, a primeira e única paixão de Lola, que nunca deu certo pelo fato de existir a irmã gêmea de Crickit, a Callie Bell, patinadora famosa, bonita, que tem o mundo nas mãos, Callie consegue tudo o que quer, e Crickit sempre faz tudo para agradar a irmã, que é também sua melhor amiga.

A Stephanie Perkins descreve muito bem os personagens, os minímos detalhes são acrescentados caracterizando-os, como por exemplo os acessórios que a Lola e o Crickit usam que estão na capa do livro. Adorei a forma juvenil como os fatos são apresentados no livro, mas faltou algo que tirasse o fôlefo, algo cativante que fizesse com que tornasse o meu favorito. E de alguma forma eu esperava que este livro fosse melhor que "Anna e o Beijo Francês", tive muitas expectativas com o livro, não superou todas elas, mas isso não quer dizer que não tenha sido bom, por que foi, muito bom mesmo. Acho que todos deveriam dar uma chance ao livro, mas sempre terão aqueles que não irão gostar.

You Might Also Like

0 comentários

Receba atualizações por E-mail:


TAG'S