Resenha - Dias Melhores Virão

sábado, janeiro 21, 2017

Título: Dias Melhores Virão
Autor(a): Jennifer Wenner
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581633343
Ano: 2014
Páginas: 400
Classificação: 5/5
Quando Ruth Saunders recebeu o telefonema de uma rede de televisão dizendo que sua série original seria levada ao ar, ela quase não acreditou. Embora tivesse passado a vida escrevendo, não pensava seriamente que seu roteiro (autobiográfico!) sobre uma mulher jovem, com excesso de peso, que vivia com a avó, e que decidira se mudar para Miami para fazer fortuna, pudesse ser realmente interessante para alguém. Tudo o que ela queria era ver sua série entre os comentários do público e das revistas especializadas, mas Ruth foi acordada bem depressa de seu sonho... Atores de cabeça vazia e ego inflado, e burocratas da emissora transformaram seu roteiro para atender a múltiplos interesses... Todo o esquema criado para se colocar uma série no ar é, ironicamente, narrado por Jennifer Weiner, ela mesma uma veterana da TV. As esperanças de Ruth são sistematicamente frustradas: os acionistas da rede insistem em uma revisão sem sentido, sua personagem principal, uma mulher cheia de curvas, passa a ser quase anoréxica, e a avó, Nana, de mulher madura e sofisticada passa a uma ninfomaníaca da terceira idade. Divirta-se com a escrita espirituosa e cativante de Jennifer Weiner e sua deliciosa capacidade de fazer valer, em cada um de seus livros, os sentimentos de todas as mulheres.

Dias Melhores Virão é um livro encantador, em que a autora nos traz uma história bem realista, mas em um mundo totalmente diferente, que não estamos acostumados, em Hollywood. Com a narrativa em primeira pessoa, temos a protagonista Ruth, que sempre sofreu muito, desde pequena, quando estava em um acidente em que resultou a morte de seus pais, e um dos lados de seu rosto totalmente deformado, com cicatrizes, fazendo não só com que ela se sentisse feia em toda sua vida, mas como também faz com que se lembre toda vez em que olha no espelho sobre como que os seus pais morreram.

Depois do acidente, a avó de Ruth acabou se mudando para sua cidade, para cuidar dela, assim, ficaram apenas as duas, unidas pelo amor que sentiam uma pela outra, e pela dor da perda dos pais de Ruth. Sua avó a acompanhou em várias cirurgias para tentar fazer com que seu rosto chegasse um pouquinho mais ao que podia chamar de normal, e foi sua avó quem deu total apoio para que ela começasse a escrever seu programa de TV, que resultou em Dias Melhores Virão, que foi aprovado pela emissora ABS, em 9 episódios.

"- A vida é dura - disse ela, mas não sem gentileza. - Mas você não pode ficar aí jogada e se deixar ser chutada. Levante - disse ela. - Consiga outro trabalho. Ache outro sujeito. Vá pescar." pag. 80

Acompanhamos no decorrer do livro, Ruth lidando com os roteiristas, excecutivos, atores, cenário, tendo que reescrever diversas vezes o roteiro para que fique de acordo com as mudanças exigidas, e também com sua vida emocional, que é o mais difícil, já que Ruth nunca teve muitos amigos, sempre teve problemas com as pessoas pelo fato de ter uma parte do rosto deformada, e também sempre foi trocada por seus parceiros por mulheres mais bonitas, inclusive, será obrigada a trabalhar com a mulher que roubou um de seus amores passados.

Além de todos os problemas, Ruth ainda precisa lidar com o fato de sua avó se preparando para casar, e ela ficando em casa sozinha, solteira, e com o emocional abalado. 

“Na minha imaginação, a garota que ganhasse o papel seria como eu, quebrada de algum modo importante, movimentando-se em um mundo que não a desejava.” pag. 147

Fiquei encantada com esse livro, no início achei um pouco diferente do que eu esperava, mas no decorrer da história vi que era exatamente o que eu esperava, o livro fez juz ao título, e eu fiquei totalmente apaixonada com a personagem principal, em como ela lida com tudo o que está acontecendo, e adorei também o fato de ter toda uma reflexão por trás, adoro livros assim. 

Comecei o ano já lendo livros maravilhosos, e recomendo muito a leitura para todo mundo, o final é bem surpreendente, e além de todos os problemas e obstáculos, é bem divertido. Não é a toa que na capa tem a frase "Uma Viagem divertida na montanha-russa de Hollywood". 

You Might Also Like

6 comentários

  1. Oi, tudo bem?
    Parece uma história diferente mesmo. Acho que é a primeira resenha que vejo do livro. Gostei muito da dica, pois adoro história realistas. Com certeza leria o livro.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bom e com você?
      Leia mesmo, é ótimo!

      Excluir
  2. A capa não combina nem um pouco com a história, né? A gente tem até uma ideia errada do que esperar no livro através dela. Só pela sua resenha já passei a admirar a protagonista por sua força em se manter firme depois de tudo o que viveu, e continua vivendo. Espero muito que ela tenha seu final feliz também!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, a capa não tem haver mesmo. A capa transmite a ideia de que tudo é tudo fácil né? Mas não é nem assim no livro haha, não deixe de ler, é muito bom!

      Excluir
  3. Adorei a temática do livro, pois se tem algo que sempre fazemos (mesmo que inconscientemente) é sempre dizer o quão o nosso dia está ruim. Reclamar é tão habitual que raramente nos damos a chance de ver que realmente dias melhores virão, sempre estão por aí, porém não queremos enxergar! Creio que o livro toque muito nesse ponto e claro, nos mostrar que as vezes o que é "um dia ruim" para nós nem se compara com de outras pessoas que possam estar, de repente, em uma situação bem pior que a nossa... Enfim, adoro livros que me façam refletir sobre essas questões! Vou agora mesmo procurar esse livro ;)

    Beijos
    http://tulipaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Melissa, você disse tudo! O livro nos mostra exatamente isso, e que por mais que as coisas estão ruins, temos que ter força para fazer com que venham dias melhores. Procure mesmo, é um ótimo livro!

      Bjs

      Excluir

Receba atualizações por E-mail: