Resenha : Livro MARTA - Breno Melo

domingo, novembro 20, 2016


Título: Marta
Autor: Breno Melo
Editora: Schoba
ISBN: 978-85-8013-014-0
Ano: 2010
Páginas: 216
Classificação: 3/5
Sinopse do livro: Marta é bipolar, adolescente e tenta viver uma historia de amor. Um velho psiquiatra, disposto a produzir Literatura leiga e fugir das teses para o meio acadêmico, narra os fatos mais significativos da vida de Marta, abrangendo toda a sua primeira adolescência, ate que possa caracteriza-la como bipolar tipo I. O mais original é que ele mostra Marta ás voltas com a vida que todos levamos  - tentando viver sua própria história de amor – e não apenas com o transtorno em si ou tratando dele. 
Marta é um livro com uma sinopse muito interessante, um livro diferente e realista, pois narra a história de uma adolescente bipolar, caso que não é muito incomum nos dias de hoje. Estou com este livro na estante desde 2013, e demorei 3 anos para lê-lo, mas sempre tive curiosidade.

Conta a história dessa adolescente bipolar, que mora em uma cidadezinha em La Falda, bem distante de tudo e todos. Já no ínício ela sofre com uma situação muito complicada, que nos surpreende, logo depois, Marta se muda para Córdova com suas duas amigas Silvia e Naila, que são como irmãs para ela. O foco principal do livro é sobre o amor incondicional que a personagem principal sente pelo João, é um amor possessivo, que nos deixa em dúvida se realmente é amor ou um apego, uma vontade de tê-lo como seu. 

O livro é bom, mas acho que o autor deveria ter explorado mais o cenário ao redor, a cidade, os personagens, a familia, os amigos, não ficar apenas narrando sobre o sentimento de Marta por João. Fiquei indginada em como ela não tem amor próprio e em como ela tem chance de mudar de vida, mas não muda, prefere ficar nessa encruzilhada sem fim. 

O narrador do livro é um psiquiatra, que narra os sentimentos intensos de Marta, fazendo com que percebermos sua bipolaridade. O que não gostei foi a interação entre narrador/leitor, levando-nos a épocas históricas e muita filosofia envolvida, acabava tirando a concentração do que era realmente o foco principal. 

O sentimento que tive em relação ao final foi surpreendente, fiquei minutos parada olhando para a última página, pensando "sério que acabou assim?". Faz muito sentido o final, tem toda uma reflexão por trás, onde a loucura leva as pessoas, mas sinceramente, eu esperava por um final totalmente diferente, um final feliz, mas o Breno nos traz a realidade, que nem sempre o que queremos acontece, e que nem toda história há um final feliz. 

You Might Also Like

2 comentários

  1. No momento, estou preferindo livros mais felizes, por isso acho que não leria este. Mas gostei muito da sua resenha. Foi direta e sincera. Beijo!

    www.ratasdebiblioteca.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é mais triste mesmo, mas quando puder leia.
      Muuito obrigada!

      Excluir

Receba atualizações por E-mail:


TAG'S