A Culpa é das Estrelas - John Green.

sexta-feira, janeiro 31, 2014

 
Título: A Culpa é das Estrelas.
Número de páginas: 288.
Autor(a): Jhon Green.
Editora: INTRÍNSECA.
Comprar:  Saraiva   Cultura   Submarino   Compare preços 
Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.



Apaixonada. È exatamente meu sentimento em relação a este livro. Não imaginava que fosse gostar tanto assim, menos ainda que entraria para lista dos meus livros favoritos, e muito menos que seria o primeiro livro lido em 2014. Confesso que no início, eu não queria ler "A Culpa é das Estrelas", já que é muito modinha, todo mundo estava lendo e adorando, mas acabei pegando para ler depois que passei a acompanhar as frases escritas no livro, pelo Facebook e virou clichê agora falar que leu e adorou né?

Estou encantada, é um livro triste, mas também com um leve tom de humor, é um livro sobre amor, mas não água com açúcar. A Hazel é uma personagem difícil, mas adorável, ela não se aproxima das pessoas pois não quer deixar cicatrizes, não quer fazer pessoas sofrerem, já que ela é uma granada. Já o Augustos é uma gracinha, ele que ser reconhecido pelo universo, quer deixar a sua marca no mundo e morrer tendo lutado por algo, o Gus na verdade, não quer ser esquecido.

 
È um livro sobre câncer, diferentes tipos de câncer, A Hazel sobrevive graças ao Falanxifor, carrega seu tubo de oxigênio para todos os lados. O Augustos, teve que amputar a perna devido ao câncer e o amigo de ambos, Isaac ficou cego devido ao câncer. Todos eles se conheceram no grupo de Apoio do câncer, no Coração Literal de Jesus. Isaac e Hazel trocavam suspiros todas as vezes que escutavam a mesma história do Patrick no grupo de Apoio, e o amigo de Isaac, Augustos, resolveu ir um dia ao grupo porque ele insistiu, foi assim que o Gus e a Hazel se conheceram. Gus não tirava os olhos dela, e pouco tempo depois Hazel descobriu que ele na verdade estava surpreso por ela parecer exatamente com sua ex namorada.

Os pais de Hazel dedicam tudo á ela, o que acaba fazendo com que ela se sinta ainda pior, já que seus pais não tem uma vida, apenas cuidar da filha que está prestes a morrer. Já Hazel dedica sua vida á ler "Uma aflição Imperial" e a imaginar como seria um final do livro, que acaba incompleto, ela precisa saber antes de morrer se o homem das Tulipas vermelhas é ou não um vigarista e o que aconteceu com a mãe da Anna. Assim, o Gus usa seu desejo para realizar o sonho da Hazel, descobrir o fim do livro diretamente do autor, mas para isso eles viajam a Amsterdã. Lá eles descobrem que o autor do livro na verdade é um alcoólatra, uma das piores pessoas que eles já conheceram, no fim, nem eles, nem nós leitores sabemos o que aconteceram com os personagens do livro "Uma aflição Imperial", bem quando eu fico curiosa para saber depois de Hazel ir tanto atrás... A culpa é toda do John Green haha.

O fim do livro é triste, mas confesso que eu mudaria um certo ponto, para ficar ainda mais triste e comovente, quem esperávamos que teria um fim meio "trágico" devido ao câncer, que imaginamos ao decorrer do livro, acabou tendo foi o outro personagem que parecia o mais "saudável" no início. Então eu daria o mesmo fim aos personagens. (Quem já leu, vai entender).

E estamos super ansiosos para a estreia do filme, que vocês podem conferir o trailer logo abaixo. E para quem quer saber mais sobre "A Culpa é das Estrelas" e acompanhar todas as novidades, acesse o site oficial do livro, pela editora Intrínseca.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Lidiane
    Minhas amigas são apaixonadas por este livro. Eu ainda não li. Porque? Tenho uma filha de 16 anos e ao ler o livro sei que vou imagina-la no lugar dos personagens e aí meu sofrimento será muito grande. Então estou deixando para ler mais tarde. Mas eu ainda não vi alguém que não tivesse gostado muito do livro.
    Abraços,
    Gisela
    @lerparadivertir
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  2. Gostei da sua resenha e da sua opinião. Ainda não fui tocada pela curiosidade de ler esse autor, mas quem sabe eu faça como vc e também seja conquistada? Mas enfim na hora certa saberemos. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir

Receba atualizações por E-mail:


TAG'S